What do they like: Lya Zumblick

 Like

Lya Zumblick trabalha para a Catarina Coletivo Criativo e, mesmo ela morando aqui em Florianópolis, a gente se conhece apenas virtualmente. Adoro as atualizações do seu tumblr, o Supernova, e os comentários no twitter – independente se irônicos ou bonitinhos, os 140 caracteres tem conteúdo.

“Eu sou designer (mesmo, gráfico e produto). Amo design, fotografia, arquitetura, arte, moda. Se puder juntar algumas dessas áreas, melhor ainda. Trabalho como designer na Catarina Coletivo Criativo (http://www.catarinacoletivocriativo.com.br). Além de trabalhar com freelas, participo de projetos colaborativos que sou convidada, como estampas pra SambaClub (http://www.sambaclub.com.br/perfil/zumblick) e pockets para a FlamingPie (http://www.lyazumblick.com/journal/2011/07/geometrica/). Tenho projetos publicados na Taschen, Design and Design e Indexbook.  Meu portfolio está dormindo (www.lyazumblick.com), tenho um blog há nove anos (http://www.lyazumblick.com/journal/), tweeto demais (http://twitter.com/#!/lavaland) e gosto de enfeitar o Supernova (http://sprnv.tumblr.com/). “

Seleção:

Barba – Pré-requisito da paixão.
Arquitetura modernista – Coleciono imagens no meu computador, compro livros. Tudo referência, pra quando for rica, fazer uma igual.
Batata – Amo batata cozida, frita, amassada, fervida, mastigada, crua, com casca, sem casca. Se só tiver isso no mundo pra comer, não há problema. Batata é o tubérculo da vida.
Rock ingles – Todas as minha bandas favoritas tem uma única procedência: parte deste Reino Unido maravilhoso. Sonho em ir pra lá desde a pré-adolescência.
Chuva de verão – Adoro ver chegar, adoro estar no mar quando ela chega. Se morrer eletrocutada, morro feliz. É o melhor banho de chuva do ano.
Liniers – Quadrinista argentino que ganhou meu coração este ano. De uma delicadeza só.
Red lips – Acho lindo, uso e faço o possível para convencer qualquer uma.
Verner Panton – Resume todo o meu vício pela estética da década de sessenta. Um dos meus designers favoritos, junto com Charles Eames.

Obrigada Lya ♥ A gente adorou sua seleção e, completamos “faça amor, não faça a barba!”.